PRODUTOS
 BARCO PIRATA
 Barco Pirata
 CASINHAS
 Casas de Boneca
 ESCALADA
 Escalada
 KID PLAY
 Projetos de Kid Play
 Temas e Personagens
 Itens de Kid Play e Segurança
 LANÇADOR ZOOOPA
 MINI GOLF
 Mini Golf
 MOVEIS INFANTIS
 Móveis Infantis
 PISOS DE SEGURANÇA
 Pisos de Segurança e Design
 Tanques de Areia / Areia Colorida
 PLAYGROUNDS
 
 Kids Center
 Kids Ship
 Kids Ground
 Kids Castle
 Playgrounds Grandes
 Playgrounds de Plástico PP
 Playgrounds para Piscina
 Playgrounds de Madeira PM
 OUTROS PRODUTOS
 Gabinete para Nintendo
 Toldos e Coberturas
 Conjuntos Espumados
 Piscinas de Bola/Cama Elástica
 Parede de Escalada
 Balanços e Gangorras
 Caiaques
 Painéis de Atividade
 Arvorismo Indoor
 Arvorismo Outdoor
 Carrinhos e Triciclos
 Escorregadores
PLAYGROUNDS PERIGOSOS

Veja indicado nas imagens abaixo 8 razões explícitas porque um Playground não atende as Normas da ABNT.

Seção de Segurança de acordo com as Normas ABNT:


1-) Área livre de circulação.

4.11.3 Zona mínima de uso.

Os requisitos mínimos de espaço para o equipamento e a área operacional, junto com uma margem para a livre movimentação das crianças entre os equipamentos são chamados zona mínima de uso. A menos que o fabricante ofereça recomendações específicas, é aconselhável que um espaço com largura não inferior a 1,80m seja acrescido à área operacional para facilitar a circulação junto às partes móveis do equipamento aberto e mais outro espaço, com largura não inferior a 1,20m, seja acrescentado à área operacional, destinado a facilitar circulação adjacente ao equipamento estacionário ou, então, às partes estacionárias do equipamento móvel. Pág.13

2-) Piso de segurança

4.12.2.3 Superfícies absorventes de impacto.

Recomenda-se que as superfícies absorventes de impacto sejam utilizadas para equipamentos de playground nos quais a altura de queda livre seja superior a 600 mm, mesmo quando são providos de grades de proteção ou barreiras. Áreas onde não ocorram quedas de altura, tais como as localizadas debaixo de plataformas, não precisam ser cobertas, nem é necessário cobrir degraus ou pisos de vias de acesso.

Para equipamentos estáticos, a área coberta por material superficial absorvente de impacto deve estender-se por pelo menos 1,75m a partir da extremidade do equipamento.

Para equipamento móvel recomenda-se que a área a ser coberta por materiais de superfícies absorventes de impacto se estenda por pelo menos 1,75m além do deslocamento máximo do equipamento.

3-) Inclinação de escorregador.

Anexo A (normativo)

Os escorregadores não devem estar inclinados em ângulo superior a 37 em relação à horizontal e devem ser projetados para restringir a velocidade no fim do segmento final.

A superfície deslizante do segmento final deve ser entre horizontal e um ângulo negativo de 2,5 na direção do movimento e estar a não mais de 420mm acima do nível do chão. Pág 24

4-) Espaçamento entre balanços e sua estrutura.

4.7.5. Desvio de assento de balanço em sentido lateral.

Quando ensaiamos de acordo com 6.3, assentos de balanço devem ter um desvio, “t”, a partir da posição de equilíbrio, uma vez aplicada a carga especificada, não superior a L/2. Também na posição de equilíbrio, o espaço livre, “S”, entre assentos ou conjunto de assentos (lado a lado) adjacentes não deve ser menor do que (2 x t + 100) mm e o espaço livre, “C”, entre um assento, ou conjunto de assentos, e a estrutura adjacente deve ser de pelo menos (t + 100) mm. Pág 10

5-) Marcação e rotulagem

7.1 Marcação. Pág 20

O equipamento para brincar deve ser marcado, de modo permanente e durável, com os seguintes dados em lugar visível, quando instalado no local:

a-) nome e endereço do fabricante;
b-) data da fabricação (mês e ano);
c-) número e data desta Norma;
d-) o rótulo deve declarar o seguinte: “Este equipamento deve ser instalado e conservado de acordo com as recomendações da NBR 14350:1999 – Segurança de brinquedos para playground”;
e-) indicação da faixa etária apropriada;
f-) recomendação de acompanhamento por um responsável.

6-) Atoxidade dos materiais.

4.2.3.2 Ferro e aço Pág. 3

Antes da pintura, o ferro e o aço devem estar completamente limpos, secos e livres de resíduos que prejudiquem a durabilidade da pintura, escória de solda, ferrugem, carepa e graxa.

Não há necessidade de pintura quando são usadas outras formas de proteção. Nos casos da aplicação de tinta, o teor de chumbo no filme seco deve ser tão baixo quanto possível, mas, em todo caso, não deve exceder 0,09%. O fabricante do equipamento deve obter do fabricante da tinta um certificado declarando que a tinta cumpre este requisito.

O revestimento de tintas, vernizes ou acabamentos similares em playrounds não deve conter os elementos químicos, ou seus compostos solúveis, em proporções excedentes aos máximos expostos na tabela 2, quando determinados conforme a NBR 11786.

4.2.3.3 Madeira Pág. 4

O tratamento preservativo da madeira deve ser selecionado entre sistemas alternativos, isentos de toxicidade.

As partes de madeira dos playgrounds não devem ser tratadas com preservantes tóxicos, como o pentaclorofenol ou seus sais. A determinação do pentaclorofenol e seus sais deve ser feita conforme a NBR 11786.

As superfícies e cantos acessíveis de madeira devem ter acabamento liso, livre de lascas, rebarbas ou farpas. Deve-se verificar se os mesmos não possuem bordas afiadas e pontas agudas.


7-) Espaço livre entre partes e armadilhas em forma de cunha.

4.5.2 Armadilha em forma de cunha.

Não deve haver armadilhas em forma de cunha em qualquer parte do equipamento a 1m ou mais do nível doa chão, no qual uma criança possa caminhas e ter acesso a níveis mais elevados.

Playgrounds© 2000 - Todos os direitos reservados
Tel: (11) 5041-0599/ Fax: (11) 5041-6437 - Entre em contato com a PLAYGROUNDS
Frete e instalação não inclusos no preço

NA COMPRA DE PLAYGROUNDS EXIJA O CERTIFICADO DE CONFORMIDADE
DAS NORMAS ABNT 14350